Notícia

Qualidade

quarta, 11 de julho de 2018
BOM JESUS DO SUL TEM O 2º MELHOR ÍNDICE DE EDUCAÇÃO NO PARANÁ

Bom Jesus do Sul está no 47º lugar geral do Paraná no Índice Firjan, mas é o 2º do estado no quesito Educação
 
Ediçãpo: Luiz Carlos Gnoatto/Fonte: Firjan/Amsop/JdeB - Fotos: Prefeitura de Bom Jesus do Sul
Segundo dados do Índice Firjan 2018, ano base 2016, entre os 42 municípios do Sudoeste do Paraná, sete são considerados de alto desenvolvimento, com índice acima de 0,8.
Bom Jesus do Sul é um desses sete municípios.
Os demais municípios da região tem desenvolvimento considerado moderado, com índice entre 0,6 e 0,8.
Bom Jesus do Sul está no sétimo lugar entre os 399 municípios do Paraná, mas se for levando em conta apenas o índice de Educação, Bom Jesus do Sul aparece na segunda colocação, entre os municípios paranaenses
Apenas quatro municípios do Sudoeste se destacam no estado quanto ao indicador que mede a qualidade da Educação no Índice Firjan: São João, com o melhor resultado do Paraná; Bom Jesus do Sul, o segundo; Realeza, o quinto; e Itapejara do Oeste, o décimo.
 
Bom Jesus do Sul
Segundo o prefeito bonjesuense, Cezar Bueno, o ótimo desempenho reflete o resultado do investimento do município na educação, o comprometimento e a dedicação dos profissionais do setor e a visão com que a administração encara a educação, como ferramenta de desenvolvimento.
Em Bom Jesus do Sul, todos os alunos da rede municipal, do berçário ao 9º ano, estudam em tempo integral.
“A nossa ideia é, em médio prazo, ter uma educação de excelência e poder oportunizar que os alunos do município tenham as mesmas oportunidades, em termos de aprendizado e acesso, que um aluno da capital, por exemplo”, ressaltou o prefeito.
O prefeito destacou também várias ações de capacitação para fortalecer a geração de emprego e renda, como o Programa Meu Emprego, desenvolvido em Parceria com a Unetri Faculdade, o Sebrae/PR e a Ascoagrin.
No ano passado, Bom Jesus investiu quase um terço de sua receita em Educação e a partir do ano que vem começará a disponibilizar material do Sistema Positivo para os estudantes.
 
Índice Firjan
Elaborado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro - Firjan, o levantamento define um dos principais índices de desenvolvimento municipal do Brasil.
O indicador compila dados sobre a Educação, Saúde, Emprego e Renda.
O índice foi divulgado recentemente e para se chegar aos indicativos de cada município, foram coletadas e compiladas informações nas bases de dados dos Ministérios da Saúde, da Educação e do Trabalho e Emprego.
A metodologia utilizada é semelhante ao Índice de Desenvolvimento Humano - IDH, calculado pela ONU, com a diferença de que pode ser atualizado anualmente, e não a cada década, como é feito pelas Nações Unidas.
O indicador serve de referência para medir a qualidade de vida de cada unidade da federação.
Para ser considerado de alto desenvolvimento, o município precisa ter índice acima de 0,8.
 
Sudoeste do Paraná
A Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná – Amsop utilizou o levantamento da Firjan e elaborou o ranking do Sudoeste do Paraná.
Pato Branco aparece na primeira posição, com índice de 0,9737.
Pato Branco está no quarto lugar no Paraná e no 19º no Brasil.
Francisco Beltrão está no segundo lugar no Sudoeste; no 10º lugar no Paraná e no 84º no Brasil.
Itapejara do Oeste está no terceiro lugar no Sudoeste; no 13º lugar no Paraná e no 106º no Brasil.
O último colocado no Sudoeste (42º) é Clevelândia, que está no 389º lugar no Paraná e no 4.056º lugar no Brasil.
 
Região de Fronteira
Entre os municípios do Sudoeste paranaense, mais próximos desta região de fronteira, o Índice Firjan consolidado (Educação, Saúde, Emprego e Renda) é o seguinte:
Alto Desenvolvimento
Bom Jesus do Sul, índice de 0,8047, é o 7º lugar no Sudoeste; 47º no Paraná; 379º no Brasil.
Desenvolvimento Moderado
Santo Antonio do Sudoeste, índice de 0,7995, é o 8º lugar no Sudoeste; 56º no Paraná; 439º no Brasil.
Salgado Filho, índice de 0,7724, é o 14º lugar no Sudoeste; 95º no Paraná; 764º no Brasil.
Barracão, índice de 0,7580, é o 21º lugar no Sudoeste; 130º no Paraná; 1.015º no Brasil.
Flor da Serra do Sul, índice de 0,7474, é o 25º lugar no Sudoeste; 163º no Paraná; 1.190º no Brasil.
Pérola do Oeste, índice de 0,7171, é o 31º lugar no Sudoeste; 237º no Paraná; 1.770º no Brasil.
Pranchita, 0,7143, é o 33º lugar no Sudoeste; 244º no Paraná; 1.826º no Brasil.
Manfrinópolis, 0,6960, é o 36º lugar no Sudoeste; 292º no Paraná; 2.225º no Brasil.
Bela Vista da Caroba, 0,6886, é o 38º lugar no Sudoeste; 309º no Paraná; 2.391º no Brasil.
Pinhal de São Bento, 0,6631, é o 39º lugar no Sudoeste; º no Paraná; 2.992º no Brasil.
 
Educação
Bom Jesus do Sul, 0.9675; 2º no Paraná; 143º no Brasil.
Salgado Filho, 0.8775; 59º, 987º.
Santo Antonio do Sudoeste, 0.8392; 134º; 1.668º.
Flor da Serra do Sul, 0.8225; 178º; 1.965º.
Barracão, 0.8146; 201º; 2.115º               .
Pranchita, 0.8136; 204º; 2.145º.
Pérola do Oeste, 0.7940; 250º; 2.496º.
Pinhal de São Bento, 0.7869; 267º; 2.638º.
Bela Vista da Caroba, 0.7656; 313º; 3.034º.
Manfrinópolis, 0.7250; 366º; 3681º.

Fonte: Edição: Luiz Carlos Gnoatto/Fonte: Firjan/Amsop/JdeB - Fotos: Prefeitura de Bom Jesus do Sul