Notícia

Campanha para ajudar o MEI superar a crise do COVID_19 lançada pelo SEBRAE

terça, 19 de maio de 2020
Ambiente on-line do MEI trará ferramentas para que a categoria possa se reinventar e continuar em operação.

Os microempreendedores individuais (MEI) podem contar com apoio específico do Sebrae neste momento de instabilidade, devido o Covid-19, para superar o período.
 A partir dessa segunda-feira (18), o Sebrae lançou a campanha “MEI: Reinvente, Repense, Recrie”, que tem como principal iniciativa um ambiente exclusivo para o MEI.

Muitos microempreendedores individuais (MEIs) precisaram parar suas atividades temporariamente, em virtude do isolamento social para conter o avanço do Covid-19. 
58% tiveram que suspender suas vendas durante a pandemia e 31% mudaram a forma de funcionamento, de acordo com pesquisa do Sebrae. 
 O ambiente on-line do MEI trará ferramentas para que a categoria possa se reinventar e continuar em operação, por meio de mudanças estratégicas e planejadas, além de auxiliar aqueles que buscam se formalizar.

Nesta plataforma, serão ofertados cursos on-lines gratuitos, lives, palestras, oficinas, consultorias especializadas, atendimentos via chat e email, divulgação de cases de sucesso na crise, textos, cartilhas e e-books com dicas de temas voltados para mercado, finanças e legislação, crédito, marketing e vendas e materiais para segmentos específicos como alimentação, moda, beleza, entre outros. 
Através do portal é possível receber notificações sobre novidades por meio do WhatsApp e acessar os principais canais de contato do Sebrae em cada um dos estados para tirar dúvidas, receber orientações e realizar consultorias especializadas.
“O MEI é o futuro do trabalho, é a alternativa ao desemprego, é uma oportunidade de geração de renda. Esta campanha é um reconhecimento do Sebrae ao papel fundamental que esses 10 milhões de empreendedores têm em nossa economia”, avalia o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Ambiente on-line especializado: 

A consultora de negócios do Sebrae/PR, Carla Selva, explica que o portal oferece aos microempreendedores individuais conteúdos e orientações para auxiliar no momento de crise e no futuro próximo.
“O Sebrae sempre esteve ao lado do MEI. É preciso visualizar que precisarão também estar preparados quando esse cenário acabar e o mundo dos negócios estará diferente e mais digital. Por isso, o ambiente foi criado de acordo com as demandas e traz conteúdo para auxiliar e sugerir novos caminhos”, explica.
No Paraná, são 628.383 de MEI, um total de 6,2% do país. Ao todo, 44% deles são do setor de serviços e 27% do setor de comércio, seguidos por construção, indústria e agropecuária. Apesar da pandemia do novo Coronavírus, 61.513 novos empreendedores buscaram a formalização como MEI, em 2020, em todo o Paraná, sendo 55% deles do setor de serviços.

Clique aqui para acessar a plataforma.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae