Notícia

Dividas

sexta, 17 de novembro de 2017
Inadimplência no Paraná segue caindo, mas ainda é alta
O Paraná registrou redução de 6,21% no número de dívidas em outubro na comparação com o mesmo mês do ano passado. O número segue caindo pelo 18º mês consecutivo, mas ainda é significativo. Além disso, há a chegada do final de ano, o que vai exigir organização do consumidor para não estourar o orçamento. O dado foi divulgado nesta quinta-feira (16) pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), por meio da Base Centralizadora Faciap de Proteção ao Crédito (BCF), conveniada ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).
Do total de dívidas no Paraná, 43,82% são devidas a bancos, que são as que possuem juros mais altos. Somadas às dívidas já existentes, estão as que serão adquiridas para o Natal. Dados do SPC Brasil mostram que, entre os brasileiros que irão às compras neste período, 43% afirmaram que vão utilizar de alguma modalidade de crédito, sendo que o cartão de crédito parcelado lidera, com 31% de menções.

Na média, as compras parceladas serão divididas em cinco vezes. Isso significa que esses consumidores vão comprometer parte de sua renda com prestações natalinas que só deverão ser totalmente quitadas na Páscoa ou no mês do Dia das Mães. “O brasileiro chega ao fim deste ano com a impressão de que o pior momento da recessão ficou para trás, mas deve ter cuidado em não dividir compras com prestações a perder de vista. Se a inflação controlada e a queda dos juros servem de alento, os altos níveis de desemprego ainda são um problema. É hora de controlar gastos, organizar prioridades, sem se levar pelo emocional ou assumir compromissos acima da capacidade”, orienta o vice-presidente da Faciap para a BCF, Claudenir Machado.
Fonte: Portal Dois Vizinhos/Assessoria